LabView Logo

LabVIEW: A linguagem de programação do futuro

 

Conheça mais sobre a abordagem gráfica de sistemas e suas vantagens na criação e desenvolvimento de aplicações dos mais diversos tipos com o LabVIEW

Laboratory Virtual Instrument Engineering Workbench o assim chamado LabVIEW é a linguagem de programação gráfica originária da empresa norte americana National Instruments criada em meados da década de 80 para revolucionar a maneira de se programar, principalmente no que se refere a uma programação voltada para engenharia, pois aquilo que existia disponível no mercado não seria o mais adequado para as aplicações nessa área de atuação. 

Sua formulação foi baseada sobre o pensamento de como otimizar o processo de programação sem perder funcionalidades e concomitantemente deixar a visibilidade do código mais lógica e fluida, assim então surgiu o modelo de fluxo de dados, o que oferece a essa linguagem vantagens para a aquisição de dados e para sua manipulação.

Atualmente os principais campos de aplicação do labVIEW são na realização de testes automatizados, automação industrial, aquisição de dados e pós processamento, monitoramento e controle podendo ser utilizado em sistemas operacionais como Windows, Linux e Solaris.

A grande vantagem dessa linguagem, como já foi dito anteriormente, é sua forma lógica e contínua de programação, pois quando se programa em LabVIEW são criados dentro de seu código os Virtual Instruments ou, simplesmente chamados de VIs. Estes que são compostos por duas interfaces, primeiro um painel frontal, ou seja, a própria interface de usuário onde se é mostrada as funcionalidades do programa em si, e onde haverá as interações do usuário com o código, e segundo pelo diagrama de blocos, esse que é a interface de programação onde o código gráfico do programa é desenvolvido, tal linguagem de programação no LabVIEW também é chamada de linguagem “G”.

Outra vantagem que temos ao usarmos tal linguagem é a simultaneidade de se poder adicionar, modificar, ou até mesmo reduzir funcionalidades do seu programa em ambas as interfaces, o que torna muito mais prático e objetivo o ato de se programar, pois essas alterações são visualizadas ao mesmo tempo em ambas as telas de interface, tanto no painel frontal quanto no diagrama de blocos.

Isso quer dizer que, quando usa-se o painel frontal do LabVIEW, esse se torna  um meio confortável para construir programas com uma boa interface gráfica. O programador não necessita de escrever qualquer linha de código. A apresentação gráfica dos processos aumenta a facilidade de leitura e de utilização. Uma outra grande vantagem em relação às linguagens baseadas em texto é a facilidade com que se cria componentes que se executam paralelamente. Em projetos de grande dimensão é muito importante planejar a sua estrutura desde o início (como acontece nas outras linguagens de programação).

Em relação a tecnicidade do LabVIEW o programa desenvolvido não é processado por um interpretador, mas sim compilado, Desta maneira a sua performance é comparável às exibidas pelas linguagens de programação de alto nível podendo assim conversarem entre elas sem qualquer tipo de perda de funcionalidade.

As desvantagens que se pode ter usando o LabVIEW referente a sua face de programação em relação a programação por texto é, essencialmente que pequenas mudanças no código podem ocasionar profundas reestruturações do programa, uma vez que sempre que se insere um novo bloco é necessário voltar a ligar os fios e os símbolos para restabelecer o novo funcionamento. Todavia quando se comparado a uma mudança na programação textual, o acréscimo de uma linha de código não referenciada também pode ocasionar em erros que se propagam no decorrer do código.

Por fim, a confortabilidade de programar sem linhas de código escrita é muito considerável para novos programadores, ainda mais quando estamos falando de engenheiros, pesquisadores, e principalmente para aqueles que trabalham com programação no dia-a-dia de um modo geral, mas no final não se deve esquecer que no LabVIEW é muito importante planejar muito bem o projeto antes de se passar à realização dos VIs.

 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

LabView Logo

Quer aprender LabVIEW?

Conteúdos Educacionais em seu E-mail

Email Marketing by E-goi
Fechar Menu